Publicado por: arthgar | março 4, 2010

Evidência anti-darwinista

Sabem porque esta imagem exemplifica uma grande lacuna na teoria da evolução? Por causa da variabilidade esperada.

Os rabos de elefante servem para espantar mosca, uma função não vital, mas bem conveniente. A natureza está cheia de conveniências que não tem relação com a sobrevivência da espécie, basta olhar para os detalhes de design que só servem para proporcionar conforto. O interessante é que muitas características deste tipo não tem paralelo.

Ao colocar isto no sistema hipotético darwinista surge a questão:

Se , diante de pressão seletiva a característica necessária surge porque sem pressão seletiva uma população inteira tem a mesma característica? O exemplo da girafa:

As girafas com pescoço menor (menos vértebras) não alcançavam as árvores por isso morreram e as que iam nascendo com o pescoço maior (vértebras a mais) sobreviveram e determinaram os genes da seguinte população.

As girafas também tem o rabo-espanta-mosca, Se os pescoços variaram porque os rabos são todos iguais?

O problema maior é que isto se aplica a especiações que envolvem macroevoluções fantásticas como o surgimento de uma asa ou uma pata ou uma nadadeira, mas a permanência sem paralelos de várias características convenientes não vitais.

O que nos leva ao lamarckismo, ups, esquecí o lamrckismo já foi refutado…

Anúncios

Responses

  1. Adorei este, meu amor

  2. “As girafas também tem o rabo-espanta-mosca, Se os pescoços variaram porque os rabos são todos iguais?”

    Porque o “rabo-espanta-mosca” não desempenha (va) nenhuma função vital para a perpetuação da espécie da girafa, ao contrário do pescoço. Simples assim.

    • Sim, esta é a questão, é compreensível que morfologias vitais tenham a variação estabilizada pela seleção natural, mas, porque a seleção natural também atua em morfologias triviais? Quer dizer, na verdade não existem evidências de que é a seleção natural quem faz isto é apenas um axioma circunstancialmente aceito.

  3. Que função sugeres? LOL

    • Nenhuma o q está a ser sugerido é uma variação morfológica de mecanismos não-vitais. Afinal, sem grandes variações a seleção não pode produzir muta coisa.

      Existem questões em aberto, mas não quero discutir, se tiver dúvida me mande um email. Este blog está congelado, acho que não vou mais trabalhar nele.

      • Variações pequenas são muito importantes. As principais são as genéticas e pode produzir muita coisa.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: